Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2010

Peditório Nacional da AMI

Iniciou-se hoje, quinta-feira, dia 21 de Outubro, o 17º Peditório Nacional da AMI. Durante quatro dias e até Domingo, a população do continente e ilhas é convidada a apoiar a instituição, numa acção que envolve centenas de funcionários, voluntários e amigos da AMI. Os objectivos centrais da iniciativa são, por um lado, a recolha de fundos e, por outro a divulgação das actividades e projectos da AMI, permitindo ao mesmo tempo aferir a notoriedade da AMI por parte da população


Naquele que é o Ano Europeu de Combate à Pobreza e Exclusão Social e em que pedidos de apoio social à AMI estão a ser os maiores de sempre - recorde-se que só nos primeiros seis meses de 2010, a AMI já apoiou mais pessoas em Portugal do que em todo o ano de 2005 ou 2006 - todos os contributos são importantes.

Finalmente, importa salientar que, à semelhança de anos anteriores, o Peditório Anual da AMI será uma acção de rua e não porta a porta, pelo que os donativos deverão apenas ser entregues a voluntários devida…

Coimbra: encerramento da campanha a favor da Associação INTEGRAR e da escola de Eticoba

Esta Quarta-feira, 20 de Outubro, as seis escolas católicas da diocese de Coimbra pertencentes ao Núcleo das Escolas Católicas da Diocese de Coimbra - NEC (Externato de João XXIII, Escola da Casa de Nossa Senhora do Rosário (Tavarede), Colégios da Rainha Santa Isabel, S. José, S. Teotónio e Imaculada Conceição) terminaram oficialmente a campanha de solidariedade para com a Associação Integrar e a escola de Eticoba, na Guiné.

Nesse dia, na loja da FNAC do Fórum Coimbra, realizou-se uma sessão solene onde se fez o balanço da campanha e se entregou simbolicamente, às duas associações, o montante apurado – 10 000€ (parte dos 5000€ correspondentes à Integrar são destinados a ajudá-la a adquirir uma nova carrinha Traquina – uma unidade lúdica móvel; os 5000€ correspondentes à Promundo já foram gastos na requalificação de uma escola para 118 alunos, em Eticoba, arquipélago de Bijagós, na Guiné-Bissau).

Também neste âmbito, e com a colaboração das Associações de Pais, foram recolhidos muitos …

Empresários e gestores cristãos lançam «Fundo Bem Comum»

A Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE) apresenta no próximo dia 27 de Outubro, em Lisboa, o «Fundo Bem Comum» que visa promover e apoiar projectos empresariais de desempregados ou pré reformados com mais de 40 anos.

O fundo vai ser gerido por uma sociedade de capital de risco.

“Não aceitamos que o desencanto e a solidão se apoderem de quantos estão a ser atingidos pela crise. Recusamos que tanta gente com tanto para dar ao nosso país seja desaproveitada e esquecida”, assinala um comunicado da ACEGE, enviado à Agência ECCLESIA.

A sessão de lançamento vai ter lugar no Salão Nobre da Caixa Geral de Depósitos, com apresentação de Nuno Fernandes Thomaz, presidente da Sociedade Bem Comum.

“O sucesso deste projecto passa pelo amor ao próximo que o inspira, pela solidariedade empresarial que o torna possível, pelo profissionalismo da equipa que o vai gerir e pelo envolvimento de cada um”, assinala a ACEGE.

Taxistas portugueses promovem jornada de solidariedade em Fátima

No próximo sábado, dia 23 de Outubro, alguns taxistas de Portugal dispõem-se a transportar gratuitamente peregrinos até ao Santuário de Fátima.

Desta vez sem cobrança de tarifas, a oferta é sobretudo direccionada para os idosos residentes em lares da terceira idade.

A iniciativa é promovida e organizada pela Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) como jornada de solidariedade, “de modo a espelhar o espírito de solidariedade e entreajuda com os mais necessitados”, explica o presidente da associação, Florêncio Almeida.

Esta tarde, em declarações à Sala de Imprensa do Santuário de Fátima, Florêncio este responsável revelou estar a contar com uma grande adesão, de todo o país, em resposta ao apelo à participação, lançado junto de todos os associados da ANTRAL.

“Viremos muitos. Alguns inscreveram-se, mas muitos, sem se ter inscrito, irão aparecer”, afirmou ao sublinhar o carácter solidário da iniciativa.

No Santuário de Fátima, após o estacionam…

Reconstrução da escola de Kamela - Angola

Caros amigos,


De visita a Angola, em Fevereiro e Julho deste ano, conheci e decidi ajudar financeiramente a reconstrução de uma escola. Tendo funcionado por largos anos, a destruição da guerra-civil obrigou a desactivá-la, tal como sucedeu à própria missão onde funcionava - a missão da Kamela no município de Tchindjenje, província de Huambo e diocese de Benguela, em Angola. A capacidade desta escola pode chegar aos 840 alunos, distribuídos por 3 turnos e 8 salas de 35 alunos em cada uma, pelos padrões locais.


O meu contributo, infelizmente, não será suficiente para todos os trabalhos de reparação necessários:
- repor o telhado, aproveitando a estrutura que puder ser aproveitada
- repor portas, janelas e quadros nas salas de aula
- adquirir quadros, armários, cadeiras e mesas de trabalho para professores e alunos

Acredito, porém, que com mais algumas boas-vontades, poderemos mobilizar os fundos necessários e fazê-los chegar aos padres que, no local, organizarão a execução da obra e o arranqu…

¿Se debería remunerar a los recaudadores de fondos según sus resultados?

Los códigos éticos de los recaudadores de fondos en todo el mundo señalan que su trabajo no debe ser remunerado sobre la base de sus resultados, sino con salarios u honorarios fijos. Esta disposición parece ir contra una lógica elemental: si estos profesionales deben ofrecer resultados mensurables que sobrepasen su coste, ¿por qué no condicionar su remuneración a su desempeño?

Este razonamiento está muy extendido. Sobre todo entre los responsables de organizaciones que están acuciadas financieramente y no cuentan con recursos disponibles para pagar a un buen profesional y aguardar el tiempo suficiente para cosechar los resultados de su labor. También es una fuerte tentación para quienes no están seguros de que encontrarán un profesional competente, con lo que se curan en salud condicionando su coste a los resultados. Se plantea tanto a la hora de requerir los servicios de profesionales externos como de considerar su incorporación a la plantilla.

¿Por qué la deontología profesional pro…

Olhares ao Sul do Equador

Um excelente exemplo de como envolver a comunidade local num evento de angariação de fundos. Fica aqui registado o convite lançado pelo próprio Cônsul de Portugal em Benguela a convidar a comunidade portuguesa a apoiar o trabalho dos LD no terreno.



Senhoras e Senhores,
A “Leigos para o Desenvolvimento” é uma ONG sem fins lucrativos que vem desenvolvendo, em Portugal, S. Tomé, Angola, Moçambique e Timor-Leste, actividades de ajuda ao desenvolvimento. O essencial do trabalho da organização é desenvolvido por jovens que aceitam atrasar o início das suas vidas profissionais, ou mesmo interrompê-las, por vezes sem regresso assegurado, para se entregarem a uma trabalho árduo por um período mínimo de um ano, sem qualquer remuneração.

A acção dos Leigos para o Desenvolvimento, em Benguela, tem sido particularmente notória no domínio da educação e da saúde, realçando-se alfabetização de adultos e a assistência ao Centro materno-infantil da Graça.

Porém, os efeitos da crise também se fazem sentir n…

JMJ 2011: Ajuda ao alcance de um click

Organização espanhola abre plataforma online para recolha de donativos

Madrid prepara-se para acolher o próximo encontro mundial de jovens, em Agosto de 2011, uma iniciativa que está a ser preparada pelo Arcebispado da capital espanhola.

Dois terços dos custos das JMJ2011 vão ser suportados pelas inscrições dos participantes, e uma outra parte terá que ser suportada por empresas patrocinadoras e donativos particulares.

Nesse sentido, a organização lançou hoje, dia 1 de Outubro, o site http://www.muchasgracias.info/, onde quem quiser poderá escolher o tipo de ajuda e a quantia que pretende doar.

O tipo de ajuda pode passar por verbas destinadas ao acolhimento de jovens com deficiência, ou ser canalizada para a promoção de actividades culturais, a compra dos objectos litúrgicos necessários às celebrações, para despesas de organização e logística, apoio aos voluntários.

Os donativos podem também ser encaminhados para um Fundo de Solidariedade, criado para ajudar jovens mais desfavorecido…

World Giving Index

Acabou de sair World Giving Index, o estudo comparativo mais importante a nível mundial sobre as doações e filantropia e que abarca mais de 95% da população em mais de 153 países.


The “World Giving Index” is the first report of its kind looking at charitable behaviour across the world. Using data from Gallup’s Worldview World Poll CAF looked at three different types of charitable behaviour – giving money, giving time and helping a stranger and used the results to produce the “World Giving Index”.

Australia and New Zealand topped the Index. Malta was found to be the country with the largest percentage of the population (83%) giving money, the people of Turkmenistan are the most generous with their time with 61% having given time to charity and Liberia was top of the list for helping a stranger (76%).

The study also found that being happy is more of an influence on giving money to charity than being wealthy.

faça aqui o download do relatório