Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2011

Ikea

Um total de 11,4 milhões de euros foi quanto a Fundação Ikea e os seus clientes e colaboradores angariaram na campanha de Peluches Ikea 2010. A verba é destinada ao apoio de projectos da UNICEF e da Save the Children, que pretendem proporcionar uma educação de qualidade a todas as crianças. As contribuições permitirão ainda iniciar trabalhos em 22 países, repartidos por África, Europa Oriental e Ásia.

Por cada um dos 8,6 milhões de peluches e livros infantis vendidos nas mais de 300 lojas da insígnia sueca em todo o mundo, no período de 1 de Novembro a 24 de Dezembro de 2010, a Fundação Ikea vai doar 1€ a estas duas instituições. Este ano, a contribuição de 1€ foi alargada aos artigos da gama “Ikea e as Crianças”, bem como a cada menu infantil do restaurante da marca, durante a última semana da campanha.

Em Portugal, o objectivo para 2010 era angariar, nas três lojas Ikea 110 mil euros. Ultrapassando as expectativas, foram recolhidos 112.621€, valor que será aplicado na continuação da…

Solidariedade profissional

Acabei de receber mais um e-mail que promete polémica.

Concordo com a denúncia mas também é verdade que há custos operacionais que devem ser pagos. Ninguém se deve aproveitar destas situações de carência e catástrofe com fins perversos.

Não concordo com a ideia de que a solidariedade deve ser gratuita.
Cada vez mais acredito que o serviço solidário deve ser profissional, competente, ágil, eficaz... e portanto deve ser pago. Sem prejuízo do altruísmo, da espontaneidade, da caridade cristã, da generosidade genuína.

......................................................................................................................
«Porque é que os madeirenses receberam 2.000.000 € da solidariedade nacional, quando o que foi doado era de 2.880.000 €? Para onde foi esta "pequena" parcela de 880.000 € ?

A campanha a favor das vítimas do temporal na Madeira através de chamadas telefónicas é um insulto à boa-fé da gente generosa e um assalto à mão-armada.
Pelas televisões a promo…

Annual Salute to Greatness Award

Ben Cohen e Jerry Greenfield, co-fundadores da Ben&Jerry’s, foram galardoados com o prémio “Annual Salute to Greatness Award” pelo seu forte comprometimento social e pelo desenvolvimento de projectos que respeitam o ambiente, as pessoas e as várias comunidades em todo o Mundo.


O “Annual Salute to Greatness Award”, dinamizado pelo prestigiado “The Martin Luther King, Jr. Center”, destaca pessoas e organizações cujo compromisso com a responsabilidade social recorda o espírito de Martin Luther King, Jr. Criado em memória do activista, este centro visa assinalar acções relevantes que contribuam para a melhoria da qualidade de vida de todas as pessoas, a formação de parcerias importantes com a comunidade empresarial e o esforço na procura de justiça social e de paz a nível mundial. Martin Luther King foi a pessoa mais jovem a receber o Prémio Nobel da Paz no ano de 1964 e é recordado pela liderança do movimento dos direitos civis nos Estados Unidos da América, pela campanha de não-viol…

Renato

Que acham desta iniciativa?

«Os amigos do modelo Renato Seabra vão lançar um site com o objectivo de recolher fundos para ajudar a pagar a defesa do jovem, acusado do homicídio do cronista Carlos Castro. O cunhado do modelo, José Malta, adiantou ontem ao PÚBLICO que vai ser aberta uma conta para recolher fundos e que os amigos estão a preparar actividades, como jogos de basquetebol, para angariar dinheiro.


"Estamos à espera de uma autorização legal para lançar o fundo. A aprovação está iminente", afirma José Malta, que confirma que a casa da sogra está à venda desde há dois dias. O site terá informação detalhada sobre os encargos que a família de Renato terá que suportar para pagar a sua defesa e servirá para promover actividades lançadas pelos amigos e familiares do modelo com o mesmo propósito.»

Formação - Master in Fundraising

Desideri aggiornarti sulle dinamiche e i meccanismi del fundraising?


Pensi di aver visto tutto e vuoi trovare una fresca prospettiva di pianificazione strategica?

Il Master in Fundraising ha pensato per te il Corso Executive Fundraising - Management e Decision Making per il Fundraising: un progetto innovativo per fornirvi capacità decisionale e operatività nell’azione di fundraising, scopri di più!

28 marzo - 1 aprile 2011, una settimana di formazione intensiva al Grand Hotel di Castrocaro: da lunedì a venerdì, 32 ore di didattica frontale, la mattina teoria e il pomeriggio pratica. In più, consulenza personalizzata con il prof. Valerio Melandri e l’ing. Paolo Celli.

Accedi al nostro sito per accertarti personalmente della qualità dei nostri corsi e leggi le altre testimonianze di chi ha già partecipato.

A presto,
Lo staff del Master in Fundraising

P.S. Con soli € 150,00 in più rispetto alla quota di partecipazione al corso potrete alloggiare presso il Grand Hotel e usufruire gratuit…

Apple’s Disdain for Philanthropy Is Rotten for Charities and Society

Holiday season is always a time for giving—but not on your iPhone.

That’s because Apple doesn’t allow nonprofits or other organizations to include a direct donation system in the phone’s applications, so the only way to give is to go to a charity’s Web site, a cumbersome process with a small phone-size keyboard.

The only question: Is it a mere glitch or a natural extension of Apple’s policy that is generally indifferent to nonprofits and philanthropy?



The company’s policies toward philanthropy and nonprofits are growing increasingly problematic as Apple products become an ever larger part of our media and communications landscape.



The iPhone controversy started to appear in the general press after the social-media expert Beth Kanter wrote on her popular blog that Apple’s restrictive donation policy made her so mad that she was thinking of trading in her iPhone for an Android, a phone that uses Google software.



She also started an online petition that has generated more than 10,000 sig…

Empresas e particulares apoiam as Universidades

No sector privado e nas universidades portuguesas há exemplos de mecenato e filantropia.

O consenso é geral. As universidades portuguesas dizem que, em Portugal, ainda não existe uma cultura vincada de mecenato ou filantropia, ao contrário do que acontece nos países anglo-saxónicos.
Apesar de já existirem algumas doações de empresas, de fundações e de particulares para as universidades para bolsas de estudo, patrocínios de eventos ou de instalações e para participações em projectos de investigação, "essa cultura é praticamente inexistente em Portugal", afirma o reitor do ISCTE, Luís Reto. À semelhança de todos os reitores contactados pelo Diário Económico, Luís Reto aponta os EUA como sendo um exemplo a seguir na cultura de ‘fundraising'. Em sua opinião, "é particularmente relevante ver nos EUA os exemplos dos ex-alunos bem sucedidos que retribuem à universidade o que ela fez pela sua carreira, dando assim oportunidade a outros futuros estudantes…

Ser Pobre não é Vergonha, Vergonha é a nossa Indiferença

O presidente da Cáritas de Portalegre-Castelo Branco foi surpreendido com a iniciativa de uma empresa que sorteou um vale de 100 euros em compras pelas pessoas que contribuíssem com um euro para aquela instituição.

Em declarações à Agência ECCLESIA, Elicídio Bilé reconhece que foi apanhado “de surpresa” pela ideia da Best Fit, loja de artigos desportivos que abriu há cerca de um ano em Portalegre.
O responsável qualifica de “muito interessante” o projecto que rendeu 551 euros à Cáritas, especialmente “num meio pequeno, onde o comércio tradicional está a passar uma crise muito grande”, com empresas a encerrarem em “catadupa” e a actividade a “diminuir todos os dias”.

“O que ressalto na Best Fit é o facto de eles tomarem a iniciativa por si próprios”, depois de “confrontados com a actividade e com as preocupações da Cáritas”, salienta Elicídio Bilé.
“Não é vulgar que, livremente, as manifestações de solidariedade, partindo de um sector de actividade que também é fortemente a…

A Missão Sorriso

AMissão Sorriso angariou, na sua oitava edição, mais de 650 mil euros, através da venda do CD da Leopoldina, que reuniu clássicos infantis interpretados por artistas nacionais reconhecidos, e da linha telefónica associada à causa. Este valor reverterá para a implementação dos melhores projectos apresentados a concurso nas áreas de pediatria ou obstetrícia de Hospitais Nacionais, de acordo com a sua pertinência e impacto local. Entre Hospitais Pediátricos, Maternidades e Hospitais com serviço de Pediatria e/ou Obstetrícia foram recebidas 22 candidaturas. A votação online destas propostas contabilizou 190 mil votos, cabendo agora ao júri da Missão Sorriso, constituído por um representante do Alto-Comissariado da Saúde, por um Responsável do Continente e por um representante dos médicos, escolher qual o trabalho vencedor.


Desde 2003, a Missão Sorriso já angariou cerca de 5 milhões de euros, donativo que se traduziu no apoio a 31 unidades de Pediatria e Hospitais Pediátricos, em mais de 1…

Writing for Social Media, and to Raise More Money

I often hear social media pros scoff at the idea of trying to raise money on Facebook or Twitter. Too pushy and self-centered, they say. At the same time, I often hear fundraisers scoff at social media. Not direct enough contact with supporters, with questionable ROI, they say.

I find this all very interesting, because I think there are actually more similarities than differences between good social media communications and good fundraising communications. Here are three examples:

Both Are Best When Personal.
It's hard to be successful as a faceless organization in social media. You'll have more success if you let your staff show some personality online (easier) or establish a real personality (aka brand) for your nonprofit (harder). Likewise, the old fundraising maxim says people give money to other people, not to organizations. Major gifts fundraisers are all about really getting to know their donors as individuals so they can make their communications highly personal.

Both …