Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2011

What Katy Perry and the Black Eyed Peas taught me about nonprofit fundraising

Last week I heard Katy Perry's "Teenage Dream" for the first time. The song is basically a few lines of lyrics repeated over and over. And it topped the charts in popularity.

Listening to Katy Perry got me thinking about fundraising. Her song reminded me of the Black Eyed Peas' "I Got a Feeling" : simple lyrics repeated over and over. It's really catchy [...]

I could go on. Anyone out there remember Weird Al's "This Song's Just Six Words Long"? Another great parody on the lack of lyrics in popular songs. The thing is, it works. People remember the lyrics and the songs are wildly popular.

This week, why not look at your fundraising appeals and your approaches to donors. Are you over doing it? Are you overwhelming donors with facts and data? Trying to firehose them with information?

Why not try to rework your solicitations by singing from the same sheet as Katy Perry, the Black Eyed Peas, and Weird Al:

» Say less
» Use emotion
» Repea…

¿Se debería remunerar a los recaudadores de fondos según sus resultados?

Los códigos éticos de los recaudadores de fondos en todo el mundo señalan que su trabajo no debe ser remunerado sobre la base de sus resultados, sino con salarios u honorarios fijos. Esta disposición parece ir contra una lógica elemental: si estos profesionales deben ofrecer resultados mensurables que sobrepasen su coste, ¿por qué no condicionar su remuneración a su desempeño?

Este razonamiento está muy extendido. Sobre todo entre los responsables de organizaciones que están acuciadas financieramente y no cuentan con recursos disponibles para pagar a un buen profesional y aguardar el tiempo suficiente para cosechar los resultados de su labor. También es una fuerte tentación para quienes no están seguros de que encontrarán un profesional competente, con lo que se curan en salud condicionando su coste a los resultados. Se plantea tanto a la hora de requerir los servicios de profesionales externos como de considerar su incorporación a la plantilla.

¿Por qué la deontología profesional p…

60:40 Rule For Donors?

Usually I agree wholeheartedly with the advice proffered by Canadian fundraiser Fraser Green.
But he recently wrote this article — Donors Love 60:40 — with  which I beg to differ.

Fraser argues that donors care primarily about what you do (i.e., the need you are addressing), and very little about how you do it (which he treats a sort of institutional ‘inside baseball’). These words crystallize his point:

“When I was a young fundraiser, I learned an expression that has stayed with me to this day. It remains my most important piece of philanthropic wisdom. It goes like this: “the institution has no needs”.


That’s right. Your charity has no needs. The people or trees or animals you help have great needs. Your charity is simply the organizational vehicle that gets the donor’s gift to those in need. It’s a three link chain. The donor. Your organization. The need. In this chain, your organization is very small – while the donor and the need are very big.”

He then makes this r…

Reciclar é Dar e Receber

Sociedade Ponto Verde (SPV), a Sic Esperança e a Entrajuda lançam hoje o projecto “Reciclar é Dar e Receber”, que visa a criação de salas de estudo em Portugal para crianças de famílias carenciadas. E com o objectivo de contribuir para a sua divulgação, a entidade gestora dá início, amanhã, a uma nova campanha desenvolvida pela Euro RSCG, que integra anúncios de 40 e 20 segundos em TV e de 90 segundos nas salas de cinema da Lusomundo.


A mecânica que tornará possível a concretização do projecto implica a separação e colocação no ecoponto das embalagens de vidro usadas. Isto, porque por cada tonelada de vidro enviada para reciclagem em 2011, a SPV garante entregar um euro para a criação de salas de estudo. Paralelamente, como forma de estimular a reciclagem de embalagens de vidro, a SPV vai levar a cabo um roadshow por 18 capitais de distrito no País.

Caberá depois à Entrajuda e à SIC Esperança a selecção e o acompanhamento das Instituições Particulares de Solidariedade Social que receb…

Brilliant Fundraising Innovation

Para quem não teve a oportunidade de participar no maior evento de fundraising - International Fundraising Congress (IFC) - deixo aqui o link para o canal Vimeo com os vídeos disponibilizados pela The Resource Alliance onde está o essencial.

Enjoy!




30th IFC Celebration session hosted by Ken Burnett "Brilliant Fundraising Innovation" from The Resource Alliance on Vimeo.

Leigos para o Desenvolvimento

Os "Leigos para o Desenvolvimento" (LD), são uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), actualmente com projectos de desenvolvimento em S. Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique, Timor e Portugal, nas áreas da educação, saúde e desenvolvimento comunitário. O nosso enfoque de actuação é a capacitação profissional de recursos técnicos da população e desenvolvimento das comunidades onde estamos inseridos.

Desde 1986, já enviamos mais de 320 voluntários para o terreno.
Hoje, vimos pedir a sua ajuda, ao preencher o seu IRS lembre-se de nós. É uma ajuda fácil e de graça.
Basta preencher na sua declaração de IRS o campo 901 do quadro 9 do anexo H com o nosso nº de contribuinte - 501 917 705

Este contributo é uma consignação fiscal a favor de uma entidade e corresponde a uma quota equivalente a 0,5% do imposto sobre o rendimento das pessoas singulares, liquidado com base nas declarações anuais e que neste caso pode ser destinada aos Leigos para o Desenvolvimento. D…

Diz-me que donativos recebes…

Não fosse a Líbia arrastada pelas revoltas estudantis que forçaram a queda de regimes ditatoriais na Tunísia e no Egipto e uma das mais prestigiadas escolas de economia do mundo não estaria agora nas notícias.

A enorme controvérsia que está a abalar a London School of Economics (LSE) e que já deu origem à demissão do seu director, Sir Howard Davies, tem sido analisada a partir de dois extremos: um enorme escândalo porque não se aceita dinheiro “manchado de sangue” ou uma mera caça às bruxas pois venha uma universidade de prestígio atirar a primeira pedra por não ter recebido financiamento de fontes duvidosas.

Embrulhados na polémica estão alguns membros do governo britânico; um antigo director da LSE que é, por acaso, considerado como um dos maiores sociólogos do século XX, de seu nome Anthony Giddens; a tese de doutoramento do filho de Khadafi escrutinada devido a suspeitas de plágio (doutoramentos e plágios parecem estar na ordem do mês, depois do escândalo do ministr…

Philanthropie et éthique

Les médias du monde entier ont amplement relayé cette actualité qui risque d’entacher la réputation de La London School of Economics and Political Science (LSE).

La prestigieuse école vient de se débarrasser d'un don d'une valeur de 1 500 000 livres sterling d’un ancien élève attaché à son université…mais néanmoins bien encombrant : Seif al-Islam Kadhafi, fils, dauphin et soutien du colonel libyen. Ce don était initialement destiné à  financer un nouveau programme de recherche sur les relations entre « les droits de l'homme, les femmes et le développement, la société civile et la démocratie, la diversification économique ».

Certains pourront trouver dans le thème choisi une certaine ironie, plus nombreux sont ceux qui s’en indignent à l’instar de Howard Davies, directeur de la LSE, qui a publié une lettre ouverte adressée à la « communauté LSE » : « Je partage l'indignation des étudiants de la LSE qui se mobilisent contre les violations des droits de l'…