Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2011

Fados para apoiar o Centro Nutricional do Liupo

Um grupo de leigos comprometidos com a causa missionária está a organizar um concerto/noite de fados com o objectivo de angariar fundos para o Centro de Nutrição do Liupo (Moçambique). Este Centro é coordenado pelo Missionários do Verbo Divino em colaboração com as Missionárias Servas do Espírito Santo e proporciona tratamento a crianças desnutridas.


O Centro apoia cerca de 200 a 250 crianças por ano. Muitas dessas crianças conseguem recuperar do estado de desnutrição em que se encontram.

O Centro Nutricional funciona exclusivamente com o apoio de benfeitores. Como tal, decidimos realizar um concerto/noite de fados no sábado, dia 21 de Maio de 2011, no Seminário do Verbo Divino (Rua São Tomás de Aquino, 15 – 1600-203 Lisboa).

Para inscrições/compra de bilhetes, pode contactar:
Alice Rodrigues – 932953876 | Filomena Afonso – 935280625 | Ir. Maria José Rebelo – 961142635

Linhas de Financiamento

Procuras Apoios Nacionais e Europeus para a Tua Organização?


De certeza que já te aconteceu teres um excelente projecto mas não conseguires obter os apoios económicos que o façam passar da teoria à prática.

Se participas ou desejas participar na gestão de associações/ organizações do terceiro sector, "Linhas de Financiamento” é a formação que te pode ajudar a tornar mais sustentável a gestão e o progresso da tua Organização.

Porque existem muitas formas de obter recursos financeiros mas nem todas se adaptam ao teu projecto:
Inscreve-te!

DESTINATÁRIOS
• Jovens que participam ou desejem participar na gestão de associações/ organizações do terceiro sector

OBJECTIVOS
• Capacitar jovens em relação ao Planeamento e Candidatura a Linhas de Financiamento Nacionais e Europeias na área da Juventude
• Promover junto dos/as formandos/as a aquisição de competências pessoais, sociais, técnicas e instrumentais para o Planeamento e Candidatura a Linhas de Financiamento

Ao fim da formação, terás…

Fundação Vodafone Portugal apoiou 60 projectos, com 14M€, na última década

Em 10 anos de actividade, a Fundação Vodafone Portugal investiu 14 milhões de euros em 60 projectos de responsabilidade social, propondo-se manter no futuro o fluxo de investimento anual de dois milhões de euros, apesar da crise.

“Se a Vodafone algum dia tiver que cortar em alguma área, a responsabilidade social será uma das últimas. As orientações que temos são de manter o fluxo de dois milhões de euros anuais” de investimento, afirmou o presidente da Vodafone Portugal em entrevista à agência Lusa.

Segundo salientou António Carrapatoso, os cerca de 60 projectos em que a Fundação Vodafone esteve envolvida na última década “acrescentaram valor à sociedade”, nomeadamente nas áreas da segurança, ambiente, saúde e educação.

Por entender que há ainda “muito a fazer”, é objectivo da fundação manter-se focada nestas áreas, embora admita “equacionar” outros projectos.

“A nossa intenção é continuarmos neste caminho, trabalhar numa verdadeira e virtuosa parceria público-privada…

Músicas para ajudar Japão

Songs of Love for Japan” é uma ideia da cantora norte-americana Cheryl B. Engelhardt e de Bryce Longton da Estee Lauder, que reuniram 100 músicas de três dezenas de artistas para uma “venda relâmpago” que reverte a favor das vítimas do terramoto e do tsunami no Japão, através da ShelterBox, instituição internacional de ajuda, vocacionada para intervir em cenários de conflitos armados e catástrofes naturais.
As 100 músicas raras e inéditas – de Tori Amos, Ani DiFranco, Sara Bareilles, Wolf Parade, The Submarines, Brandi Carlile, Charlotte Martin, Jeffrey Gaines, Josh Ritter, entre muitos outros -, podem ser descarregadas na totalidade por 100 dólares, estando também disponível um “mini-álbum” de 20 músicas por 20 dólares.
Os interesados têm até quinta-feira, 21 de Abril, às 15h00 (hora de Lisboa) para comprar um dos dois álbuns disponíveis e contribuirem para a causa. Os compradores do álbum completo habilitam-se ainda a receber algumas surpresas.

Títulos de Investimento - Solidariedade

A Paróquia de Nª Sª de Fátima, em parceria com a Caixa Agrícola, apresentou no passado dia oito de Abril, um “Produto Financeiro” inovador para o meio e para a Instituição. O produto – “Títulos de Investimento – Solidariedade” - não é mais do que um empréstimo tipo obrigacionista, que sendo um investimento para quem o subscrever, dado que será remunerado para o efeito, é também um acto de solidariedade em torno de uma causa: A Construção do “Pólo de Actividades na Abelheira”.

Efectivamente, este produto será mais uma forma de contribuir para esta causa. Caso se identifique com este projecto, adira pela forma mais adequada, nomeadamente através da subscrição deste produto “Títulos de Investimentos – Solidariedade”. Aproveite esta oportunidade para fazer um excelente investimento, dado que estes títulos de investimento, além de remunerações atractivas que vão até aos 4%, permitem aos investidores diversificar os seus investimentos. Cada título custa apenas 500,00€ e é livremente transmi…

Figuras públicas reúnem-se para apoiar Maratona da Esperança

As entidades organizadoras da Corrida Terry Fox Portugal apresentam hoje, às 15h, a 16.ª edição da Maratona da Esperança. No local marcarão presença várias personalidades de renome como a embaixadora do Canadá, Anne-Marie Bourcier, Manuela Rilvas, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), Núcleo Regional Sul e de Tavares de Castro em representação da Roche Farmacêutica.
Na sede da embaixada de Canadá em Lisboa, Anne-Marie Bourcier recebe ainda figuras nacionais que se associam ao evento, de entre as quais se destacam nomes como Nelson e Sérgio Rosado, Guilherme Barroso, Patrícia Candoso, Rita Calçada Bastos, Sofia Duarte Silva, Ana Lúcia Chita, Jorge Mourato, João André e José Moutinho.
“Passo a passo fazemos a diferença” é o mote da edição deste ano, que surge com o intuito de reforçar a importância da mobilização e participação dos portugueses nesta que é a Maratona da Esperança na luta contra o cancro.
Graças ao forte movimento de cooperação a que se tem assistido ao lo…

William e Kate escolhem causas humanitárias

A protecção dos rinocerontes e o apoio às viúvas de militares britânicos são algumas das causas que o príncipe William e Kate Middleton sugerem que recebam apoio em substituição de um presente de casamento.
Os noivos, que se casam dia 29 de Abril, escolheram 26 organizações humanitárias não lucrativas para aqueles que pretendam ter uma opção diferente para as prendas. Entre as organizações estão a Sociedade Zoológica de Londres, que participa em projectos de protecção dos rinocerontes e dos elefantes na Ásia e África, ou a Associação de Viúvas das Forças Armadas. Patrocinam também organizações de apoio aos jovens e aos mais carenciados ou instituições que promovem o desporto e artes. Foram ainda incluídas organizações da Austrália, Canadá e Nova Zelândia, nomeadamente de ajuda às vítimas do terramoto de Christchurch.
O casal deu o nome a um fundo de solidariedade criado para o efeito, que recolhe donativos em seis divisas diferentes através de uma página de Internet, por telefone, mens…

A Better Call to Action: Focus on the Single Next Step

I can't solve global warming, but I did put compact fluorescent light bulbs in all of my lamps.

I can't save all of those cats and dogs on death row in animal shelters, but I can pledge to get our next pet from a rescue organization (and we are, next week!)

I can't cure world hunger, but I can volunteer in a new community garden that will grow vegetables for a local food pantry.

If you ask people to do things that are too vague or too overwhelming, they won't do them. We see that time and again. That's why fundraising appeals with stories about helping a single person usually work better than stories about helping the masses.

Yes, there are exceptions to every rule and examples where nonprofits have asked people to do very hard, time-consuming, and expensive things, and their supporters have come through. But that's usually not the case.
What's That Very Next, Single Step?

While I haven't been able to fully adopt David Allen's Getting Things Done: Th…

Associação Abraço com ordenados em atraso, despedimentos e fecho de projectos

A drástica redução de donativos para a associação Abraço vai levar a despedimentos de funcionários, que já não receberam o ordenado de Março, e ao fecho de vários projectos na área da sida, revelou a sua presidente.


Segundo Margarida Martins, em 2010 os donativos baixaram para metade, tendo a organização perdido 160 mil euros. Este ano, ainda não entrou na associação um único donativo.

A repercussão directa desta diminuição de verbas é o atraso no pagamento de vencimentos aos 90 funcionários da instituição, que ainda não receberam o ordenado de Março, embora Margarida Martins garanta que «as coisas estão a arranjar-se».

A presidente da Abraço, organização fundada em 1992 para a prestação de serviços na área da sida, adiantou que ainda este mês deverão encerrar vários projectos de apoio indirecto, nomeadamente na área da prevenção e o gabinete dentário.

Margarida Martins garante, contudo, que os projectos de apoio directo - domiciliário ou às crianças - vão prosseguir.

Em dia estão, se…

O que ganhas quando dás?

Personalidades ligadas ao mundo universitário da cidade, crentes e não crentes, narram experiências de voluntariado

Coimbra, 15 abr 2011 (Ecclesia) – O setor da diocese de Coimbra responsável pela relação da Igreja Católica com o mundo universitário lançou esta quinta-feira o livro ‘O que ganhas quando dás?’, cujas receitas revertem para o fundo solidário criado por aquele organismo.

Os textos que preenchem as 125 páginas da edição são um “sinal do quanto se ganha quando damos do nosso tempo e das nossas riquezas”, explicou hoje à Agência ECCLESIA o diretor da Pastoral Universitária da diocese coimbrã, padre Nuno Santos.

“Num tempo em que vemos tanta crise e tantas dificuldades, esta era uma maneira prática de dizer que há muito espaço da gratuidade por acontecer”, assinalou o sacerdote, acrescentando que o seu departamento tem a missão “de sublinhar o que já se faz e lançar desafios aos tempos de hoje”.

O critério de escolha dos autores foi a ligação ao mundo universitário e a experi…

Le Séminaire francophone de la collecte de fonds

Le Séminaire francophone de la collecte de fonds est le rendez-vous incontournable des professionnels du fundraising en France : il offre à tous les acteurs de la collecte de fonds dans le secteur caritatif, de la solidarité, de l'environnement ou encore de la santé une formation de haut niveau.

Rendez-vous les 28, 29 et 30 juin 2011 au Fiap Jean Monnet - Paris 14e !
Téléchargez le pré-programme 2011 / Découvrez les thèmes des sessions 2011Voir le programme 2010 (à titre indicatif)Voir le planning des sessions 2010 (à titre indicatif)


Inscrivez-vous dès maintenant et profitez d'un tarif réduit !
ATTENTION : Pour toute demande de prise en charge de cette formation par un OPCA, fournir ce document.

Si vous rencontrez des difficultés dans votre démarche, veuillez nous contacter au préalable : laurene@fundraisers.fr ou 01 43 73 34 65.

Finanziamenti europei

Finanziamenti europei per il nonprofit e gli enti pubblici: strumenti e metodi di progettazione

Un corso per fornirti le nozioni e gli strumenti fondamentali per saperti orientare nel mondo dei finanziamenti pubblici. Impara a conoscere le risorse e i programmi in grado di garantire forme di sostenibilità economico- finanziaria adeguate, a reperire le informazioni e utilizzarle al meglio, a progettare e gestire i bandi europei.

20-24 giugno 2011, una settimana, 32 ore di didattica frontale. In una straordinaria location: il Grand Hotel di Castrocaro. Scopri il programma completo!

Al costo di € 150,00 in più rispetto alla quota di partecipazione al corso potrai usufruire dell’Accomodation presso Grand Hotel Terme di Castrocaro, con terme gratuite fino alle ore 23.00 per l’intera durata del corso.

Scarica il bando e iscriviti subito!

Consulta il nostro sito per avere altre informazioni oppure contattaci allo 
0543 374151, info@master-fundraising.it

Ti aspettiamo,
Lo staff del Master in F…

Mobile Giving? There are apps for that!

When you ask people about making a donation through their phone, they usually think of texting donations like they do for the Red Cross. That is about to change.

A growing number of services are allowing people to give donations from their phone. And services allowing you, as a nonprofit, to receive donations right at the visit or event. In this post I'll highlight one of each: Givatron and Square.

Givatron

Givatron is perfect for donors wanting to make a gift from their phone. I learned about the Givatron app for Android phones during a recent 501 Mission Place webinar on mobile giving. What I love about this app is its simplicity. Anyone can get the app for free at the Android App Market. When you open the app, you choose either USA or Canada and then search for your charity. That's it. You use are able to make a donation of any amount using PayPal. Easy. Charities don't have to set anything up and donors get to use the tools they already know: the app market and PayPal.…

Dia de Gelados grátis no Fair Cone Day

O Fair Cone Day é o dia mais esperado do ano para os verdadeiros amantes de gelados. Por todo o mundo neste dia, a Ben&Jerry’s oferece gelados grátis nas suas lojas e promove a recolha de fundos para as cooperativas agrícolas com quem colabora mundialmente através do movimento de Comércio Justo, com o intuito de tornar todos os seus gelados 100% Fairtrade até 2012. Em Lisboa, deverá passar na loja do Chiado, entre as 12h00 e as 20h00, onde poderá desfrutar de um gelado grátis e ainda contribuir para um mundo mais justo ajudando a cooperativa de agricultores Acopagro, com a garantia de que o valor dos donativos recolhidos neste dia será duplicado pela Ben&Jerry’s.
AAcopagro é a cooperativa de agricultores peruanos de onde são originários os cocos com o certificado de Comércio Justo do novo sabor Coconutterly Fair. O compromisso da Ben&Jerry’s com o crescimento da Acopagro tem sido fundamental para a comunidade local e já resultou na promoção de vários programas d…

Celebridades doam água de casa à Unicef

A Unicef americana propôs a algumas celebridades a doação de água das suas próprias casas para que fossem engarrafadas em embalagens com caricaturas de cada um deles.
O resultado da iniciativa, que tem por intuito despertar a atenção das pessoas para a crise da água no mundo, foi a colecção “Celebrity Tap”, que responde pela assinatura “Everything is better famous”.
Rihanna, Taylor Swift, Selena Gomez, Robin Williams, Dwight Roward e Adrian Grenier cederam água de suas casas, que será incluída num sorteio, a decorrer até 30 de Abril, entre as pessoas que acedem ao site da campanha.
Na plataforma são ainda requisitadas doações em dinheiro para a Unicef, não sendo excluído do sorteio quem optar por não fazer donativos. Qualquer pessoa que more nos EUA pode registar-se no site e concorrer a um kit com as garrafas das personalidades envolvidas na colecção. Estas serão entregues aos vencedores numa caixa de madeira branca e, para além da caricatura de cada celebridade, a embalagem apela a …

QUANDO O DINHEIRO É POUCO

A realidade é de grande incerteza.......ninguém sabe quando é que a crise vai passar e quando é que a economia vai estabilizar! E esta situação é dramática para as Organizações Não-Lucrativas, que enfrentam enormes ameaças à sua própria sobrevivência.

Foi esta insegurança e condições adversas que todos nós vivemos, que nos convenceu - Call to Action - a dar ao 3º Seminário de Fundraising o tema :

"QUANDO O DINHEIRO É POUCO......"

É pouco do lado da Organização......é pouco do lado do doador!

» programa
» inscrição

Prémio de lotaria doado a Igreja

Um pároco americano teve a agradável surpresa de encontrar um bilhete de lotaria instantânea, no valor de 30 mil dólares (cerca de 21 mil euros), no cesto do peditório no fi nal da missa.

O autor do gesto não se deu a conhecer, pelo que o padre não tem a quem agradecer uma preciosa ajuda financeira numa altura em que a crise aperta também as igrejas.

O pároco, que não foi identifi cado, admite que fi cou confuso quando primeiro olhou para o cartão pois não fazia a menor ideia se era premiado ou não, mas um paroquiano confi rmou que sim.

Os cerca de 21 mil euros serão usados para enfrentar os custos correntes da paróquia, mas o sacerdote disse que esperava poder usar algum do dinheiro para ajudar os mais necessitados também.