Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2014

XIV CONGRESSO DE FUNDRAISING

Aqui ao lado, em Espanha, mais precisamente em Barcelona, terá lugar já o XIV Congresso de Fundraising de 17 a 18 de Setembro, com uma masterclass no dia 16. Para quem puder, vale a pena participar. Falo por experiência própria!

Miley Cyrus e a filantropia

Na última gala dos MTV Video Music Awards a Miley Cyrus, que recebeu novamente o prémio para o melhor vídeo do ano, mandou subir para o palco o Jesse, um jovem de 22 anos sem abrigo de Oregon, que agradeceu em seu nome e aproveitou aquela oportunidade única e uma audiência fabulosa para lançar o apelo por uma causa. Eis as palavras de Jesse:
“I am accepting this award on behalf of the 1.6 million runaways and homeless youth in the United States who are starving and lost and scared for their lives. I know, because I am one of those people. I have survived in shelters all over this city. The music industry will make over $7 billion this year, and outside these doors are 54.000 human beings who have no place to call home. If you want to make a powerful change in the world right now, join us and go to Miley’s Facebook page” Brilhante! Parece que tudo isto tem a ver com o canal Prizeo.com onde Miley promove uma campanha de fundraising para My Friend’s Place, uma organização de L…

#IceBucketChallenge

Primeiro foi o fundador do Facebook a fazê-lo. Um balde com água gelada sobre o corpo, tudo por uma boa causa. Mark Zuckerberg lembrou-se depois de desafiar outros a imitá-lo. Bill Gates foi um dos desafiados e aceitou. Construiu mesmo uma estrutura para a simples tarefa de levar com um balde com água e filmou tudo. O desafio do balde com água gelada começou em Julho e um mês depois é um fenómeno nos Estados Unidos, com vários posts e vídeos publicados nas redes sociais. 

O desafio começou a tornar-se viral e os vídeos de baldes com água gelada enfiados pela cabeça encheram páginas no Facebook e o Twitter de mensagens. Mais de 15 milhões de pessoas falaram sobre o assunto no Facebook, publicaram mensagens, comentaram e fizeram “gosto” na página de alguém.

A iniciativa passou a ter como objectivo ajudar associação norte-americana de esclerose lateral amiotrófica ALS Association e para tal é pedido a alguém que faça um vídeo onde termina molhado no espaço de um dia e lance o mes…

A quem beneficiam as boas causas dos famosos

Ficaria espantado se lhe disser que as celebridades ricas e famosas saem mais beneficiadas do que as instituições e as causas que promovem? 

A presença da Angelina, do Bono ou do George Clooney tem sido uma característica da angariação de fundos na última década. Mas agora os académicos britânicos encontraram algumas evidências que apontam para a ineficácia das celebridades na sensibilização para as causas que promovem.

Uma tese curiosa e interessante que vale a pena ler neste artigo do The Independent.


Os estudos em causa são: Signifying the public: Celebrity advocacy and post-democratic politics, no International Journal of Cultural Studies. Artigo assinado pelo Prof. Dan Brockington da Universidade de Manchester e pelo Prof. Spensor Henson da Universidade de Sussex. 

The role of celebrities in mediating distant suffering (abstract), Prof. Martin Scott da Universidade East Anglia.

The Voice solidário angaria 23 mil € para Pirilampo Mágico

Mais uma boa notícia. Pode parecer uma gota no oceano das necessidades da FENACERCI, mas nestas andanças do fundraising nós já sabemos que todas as gotas contam e podem fazer toda a diferença!
No passado domingo, o The Voice teve uma Gala Solidária para angariar dinheiro para o Pirilampo Mágico. Ao todo, a gala conseguiu juntar 23.150€ para melhorar a vida de crianças, jovens e adultos com necessidades especiais. 
Para isso, contou com a participação de todos os concorrentes que chegaram à fase final do The Voice e de algumas participações especiais, como a de Mel, da série Água de Mar.

O DM já morreu! Viva o DM!

Será que a angariação de fundos através do Direct Mail (DM) já passou de moda e foi substituída por métodos de angariação de fundos online?

O último relatório da Blackbaud "Charitable Giving Report" observa que as doações online representam 6,4% das receitas angariadas em 2013 e tem um crescimento de 13,5%.

Se assumirmos um crescimento anual de 13,5% em doações online, em 2024 vai chegar a 25,8% e provavelmente em 2030, ao atingir 55,1%, tornar-se no principal meio de angariação de fundos. Só nessa altura é que vai começar o reinado da angariação de fundos online.

É uma suposição arriscada pensar que o fundraising on-line irá crescer 13,5% ao ano nos próximos 17 anos. Podemos chegar aos 50% das receitas obtidas online muito mais cedo - ou mais tarde.

O mais importante nisto tudo é que, em fundraising, ainda não estamos na era online. O DM ainda é o rei da angariação de fundos.

Se trabalha nesta área, deve levar muito a sério o DM. Vai ser assim por muito tempo. Ignorar…